Pobre Senhora Vivi.
Pela manhã abria as pesadas janelas nascidas dos cedros e uma brisa lhe trazia os agouros do céu.
Dobrava, delicadamente, a manta de tricô, companheira que durante a noite aquecia-lhe os pés gelados.
Trocava-se, deixando o pijama flanelado povoado de florzinhas amarelas no espaldar da cadeira (também nascida dos cedros). Ele a aguardaria até a que a noite, em sua mansidão penetrante caísse sobre as telhas.
Então, a sós, no sossego do silêncio abraçaria-lhe a pele .
A água barulhenta borbulhava na chaleira.
A cozinha acordava.
O chá era preparado.
O dia nascia.
Senhora Vivi havia se comportado sempre bem.
Fez -se moça impecável , que a todos encantava. Seus amigos, sua família, lhe dirigiam olhares de intensa aprovação.
Todos satisfeitos. Regalavam-se em elogios.
Pobre senhora Vivi.
Foi assim, que temendo aos verdugos da moralidade , afastou com diligência sua parte mais febril.
As paixões ardentes eram soterradas antes que vicejassem: a espontaneidade confinada, a descompostura exilada.
A intuição, essa lamparina acesa dentro d’alma, foi arrancada impiedosamente aos golpes.
Pobre senhora Vivi.
Temente, arruinou-se em obediências.
Nem podia mais notar que aquele cansaço, que se abatia diariamente sobre seus ombros encurvados, era na verdade uma reclamação silente.
Havia uma outra.
Vivi.
Arrastava -se, por certo.
Incansável.
Não deixava que a pobre Senhora Vivi se perdesse num desvão perpétuo.
Puxava-a, aguilhoava-a.
Obstinada, Vivi, sua menina sincera, leal , tentava desatar-lhe os grilhões, despertar-lhe à plena existência. Queria lhe fazer conhecer a força pulmonar da respiração nascida na alma.
Almejava desencravar seus olhos macilentos do enterramento. Dar -lhes o horizonte transbordante em esperança.
Pobre menina Vivi.


Imagem: ABRAHAM VAN STRIJ | READING OLD WOMAN AT WINDOW

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: