Na Face sombreada os cem anos de solidão

Scroll down to content

Permita-me Deus
que meus olhos
possam enxergar
nas trivialidades,
nas ruínas,
na fadiga,
nas quimeras,
o que Gabriel Garcia Marquez intuía na sua
Macondo.

Permita-me Deus
vislumbrar
nos rostos em que eu pousar
os cem anos de solidão.

imagem: Ed. Comemorativa ilustrada – Cem Anos de Solidão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: