Os olhos acostumam-se.
Febris de mesmice
já não percebem
mais a beleza.
Ontem
à noite estive com Alexis Zorbás ( amigo/guru de Nikos Kazantzákis )
Ele-uma insolação.
Atordoada nem pude perceber que meu olhar foi resetado.
Enxergar as coisas como se fosse pela primeira vez .
“Conceder virgindade aos eternos elementos cotidianos”.
Amanheci e fui à
Clinica.
Minha Casa há 22 anos.
Moro lá, muitas vezes, mais que cá.
Pois não é que a vi pela primeira vez.
Lá estava ela.
Tão linda,
cheia de luz alaranjada
dos encontros outonais.
Atemporais. Infinitesimais.
( obrigada a Zorbás )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: