Janelas , violetas , cabideiros esperançosos e outras privacidades

Scroll down to content

Na casa dos meus avós haviam tesouros :

eles,

a grande janela do apartamento no décimo andar donde eu avistava do outro lado o edifício Nações Unidas com sua comunidade de fenestras & sombras &
cabideiros aguardando & despedidas .

À noite sob a luz amarela morna eu amava às gentes em seus pijamas de sonho .

Nessa época eu era dentuça ,zoiuda & morava num lugar onde ventava magia .
Vivia noutro mundo.
Na ilha de Louis Stevenson .
Terra abençoada pelo sol , palmeiras , mar , papel & caneta .
E era tudo .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: