Há cerca de três meses tive um pesadelo em que eu estava numa espécie de bunker escuro e tinha que subir uma escada estreita como a que há no anexo onde ficou confinada Anne Frank. Ao subi-la senti muita falta de ar. Um sufoco. Uma sensação de estar aprisionada.
Lembro-me de ter acordado assustada umas cinco e meia da manhã, instintivamente me levantei da cama, corri até a sala, abri a porta que alcança a varanda e procurei o céu. Estava amanhecendo e no horizonte róseo azulado um alívio. Respirei fundo fundo.
A vida de sempre estava ali.
Hoje me lembrei desse sonho e pensei no que Karl Jung chamou de inconsciente coletivo. Não conheço muito esse conceito, mas associei esse experiência onírica com uma captação das correntes que se anunciavam sobre a
humanidade.
Procede amigos junguianos?

imagem: Edward Hopper

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: